home

Copa do Mundo de MTB XCO 2017 #2 - Albstadt - Brasileiros comentam suas participações


30 MAI, 2017     Gustavo Figueiredo    



Uma semana depois de sua estréia na República Tcheca, a Copa do Mundo de Mountain Bike Cross Country 2017 rumou para a cidade de Albstadt, na Alemanha, para a realização da etapa 2 da competição.

No domingo (28), largaram primeiro as mulheres e, durante a competição, a ucraniana Yana Belomoina foi ultrapassando todas as suas adversárias até conquistar a vitória. Já no masculino, o suíço Nino Schurter precisou fazer muita força, mas conseguiu controlar o Mathieu van der Poel, campeão mundial de cyclo-cross em 2015 para vencer pela segunda vez no WC 2017.

Confira resultados completos.

Na elite masculina, o brasileiro com a melhor colocação foi Guilherme Müller (Sense Factory Racing), que cruzou a meta na 71° colocação. "A prova foi muito bacana, fiquei contente com o meu desenvolvimento durante a competição", disse.

imagem
Guilherme Müller em Albstadt. Foto: Anderson Guedes

"A pista é um pouco chata em questão de pontos de ultrapassagem e o trânsito no começo da prova fez o pelotão esticar muito, mas fiquei contende com a recuperação de posições e com a forma que pilotei a bike em uma pista tão dura", afirmou Guilherme.

"Essa vivência na Europa, com duas etapas de Copa do Mundo, é muito importante para nós. Voltamos com novas ideias e pensamentos para continuar trabalhando e colher bons resultados no futuro", finalizou.

Também ciclista da Sense Factory Racing, Rubinho Valeriano cruzou a meta em 86°. "A segunda etapa da Copa do Mundo exige muito preparo, já que a pista possui três longas subidas", explicou.

imagem
Rubinho em Albstadt. Foto: Anderson M. Guedes

"Desta vez, preferi fazer uma largada mais cautelosa e ir recuperando posições durante a prova. Estava me sentindo muito bem e a hidratação estava como o planejado, já que sabia que a prova seria muito dura. Porém, na quinta volta, senti as pernas pesadas e resolvi recuperar", continuou o veterano atleta.

"Quando abri a sexta volta, fui retirado da prova por ter tomado mais de 80% do tempo do líder. Terminei em 86°, longe dos meus objetivos, mas volto para o Brasil com a cabeça que fiz o melhor pelo meu time e por meus fans", concluiu o ciclista. Finalizando a participação dos homens, tivemos Luiz Henrique Cocuzzi com a 110° colocação.

No feminino, a brasileira Raiza Goulão (Primaflor-Mondraker-Rotor) largou bem, mas acabou perdendo um pouco de rendimento durante ao longo das voltas.

imagem
Raiza em Albstadt. Foto: Matthew DeLorme

"Fiz um ótimo start loop entre as top 20, com um ritmo bem forte, mas acabei sentindo um pouco nas duas primeiras voltas. Consegui voltar ao meu ritmo ideal só no início da terceira volta, que na verdade já era tarde para buscar uma melhor colocação. Porém, foquei em buscar um resultado melhor do que o de 2016", explicou a atleta que fechou a prova na 26° colocação e deve participar das próximas etapas da Copa do Mundo, que acontecem em Andorra e na Suíça,

Próximas etapas

1 e 2 de Julho: Vallnord, Andorra
8 e 9 de Julho: Lenzerheide, Suíça
5 e 6 de Agosto: Mont-Sainte-Anne, Canadá
26 e 27 de Agosto: Val di Sole, Itália
5 a 10 de Setembro: Campeonato Mundial UCI, Cairns, Austrália



Comentários



Relacionados