MENU

Copa do Mundo de MTB 2024 - #2 Araxá - Conheça pontos turísticos da cidade

Intervalo entre Copa do Mundo e CiMTB é chance única de explorar opções de turismo em Araxá

Release de imprensa
Depois de exatos 20 anos recebendo a principal competição de mountain bike das Américas, a cidade de Araxá dará um passo imenso neste ano de 2024, para cravar ainda mais sua história como destaque no ciclismo mundial. Na segunda quinzena de abril, o município mineiro receberá os melhores atletas do mundo, de cerca de 40 países, para duas competições: a UCI Mountain Bike World Series, de 18 a 21 de abril, e a Copa Internacional de Mountain Bike, de 26 a 28 de abril. Não são poucas as pessoas que estão se programando para tirar férias e estar pelo menos 10 dias em Araxá durante este período e assistir de perto as duas competições.

CiMTB 2023 - foto: reprodução / CIMTB
CiMTB 2023 - foto: reprodução / CIMTB


No intervalo entre as duas provas, ou seja, de segunda a quinta-feira (22 a 25 de abril), os amantes do ciclismo têm uma excelente oportunidade para explorar excelentes opções de turismo que Araxá e região tem para oferecer. São diversos os passeios, para agradar todos os gostos. Passeios focados em ecoturismo e aventura, como a Serra da Bocaina, Serra da Canastra ou o Horizonte Perdido, são opções que os turistas têm para conhecer fauna e flora local. Sítios, fazendas e empórios que fabricam queijos e cachaça, fábricas de doce, museus, Igreja Matriz e Mirante do Cristo, são algumas das variedades, além do próprio Complexo do Barreiro, que abriga o Grande Hotel Termas de Araxá.

"Acreditamos no esporte, na saúde, no bem-estar e no desenvolvimento econômico em um evento que traz atletas de vários países para Araxá. A nossa cidade tem um histórico grande de acolher etapas internacionais de mountain bike. Com o apoio da Prefeitura Municipal de Araxá, Governo de Minas e parceiros locais, estamos trabalhando para que a Copa do Mundo de Mountain Bike 2024 e a CiMTB, que serão dois eventos incríveis, possam promover Araxá e Minas Gerais", enaltece Juliano Cesar da Silva, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo.

Publicidade


Ecoturismo e aventura em Araxá

Localizada a 30 quilômetros de Araxá, a Serra da Bocaina atrai escaladores e praticantes do montanhismo de todo o Brasil. Cerca de 400 vias de escalada nos níveis iniciante, intermediário e avançado estão espalhadas por toda a Serra. A vista panorâmica para quem se aventura nas trilhas ou como escalador é outro atrativo, com 1.380 metros de altitude e a contemplação do Cerrado mineiro. Para mais informações, basta acessar o Instagram Bocainapark.

Lindo visual da Serra da Bocaina - foto: Minasgerais.com.br
Lindo visual da Serra da Bocaina - foto: Minasgerais.com.br


A duas horas de Araxá, a Serra da Canastra também é uma excelente opção de turismo na região, tendo São João Batista da Canastra, um pequeno arraial localizado na parte alta do Parque Nacional da Serra da Canastra, como ponto de encontro. Criado em 1972, dentro do Parque Nacional está localizada a nascente histórica do rio São Francisco, no município de São Roque de Minas. Com formato de baú, a Serra da Canastra protege um cenário de rara beleza, sua vegetação de transição entre a "borda da Mata Atlântica" e o "início do Cerrado", com predominância de Campos de Altitude que abrigam inúmeras espécies da fauna e da flora do cerrado

Já o Horizonte Perdido é um imperdível ponto turístico da cidade, que fica apenas 25 km do centro de Araxá. O local possui uma paisagem panorâmica maravilhosa e conta com um restaurante, que serve pratos típicos da região e que vende doces e iguarias produzidas na fazenda, com uma vista incrível e uma pista de decolagem para parapente e asa delta. O local também oferece trilhas e paredões para escalada, e é muito procurado também pelos ciclistas, jipeiros, motociclistas e pelos admiradores da natureza.

Publicidade


Rota de Cicloturismo

As rotas de cicloturismo em Araxá - arte: Secretaria de Esportes de Araxá
As rotas de cicloturismo em Araxá - arte: Secretaria de Esportes de Araxá

Com o passar dos anos da realização da Copa Internacional no município, cada vez mais Araxá tornou-se uma cidade da bicicleta. Assim, foram criadas Rotas de Cicloturismo no local, para os mais diferentes níveis de atletas, com apoio da Secretaria de Esportes. Algumas dessas rotas são: Copasa > Miguelinho > Volta da Fran, com 24,7 km; Copasa > Varanda Sertaneja, com 22,3 km; Copasa > Três mata-burros, com 16 km; Terêncio Pereira > Três mata-burros, com 11 km; CBMM > Varanda Sertaneja, com 14,4 km; e CBMM > Horizonte Perdido, com 14,3 km.

Os queijos, doces e cachaças da região

O Sítio Real Araxá (Telefone de contato 034 99169-1602) ou Empório João Menino (Rua Luís Colombo, n. 413-B - Centro de Araxá) são opções excelentes para conhecer algumas das melhores queijarias da região. Araxá também se destaca pela produção de doces, com fábricas abertas para que os turistas conheçam o processo de fabricação. Doces Joaninha, Doces Cecilia, Doces Caseiros Vó Lurdes e Doces Caseiros Araxá são algumas das lojas na cidade para compra dos mais variados produtos. É possível também visitar a Fazenda Segredo de Araxá, com alambique onde há produção de cachaça, bem próximo da cidade (Telefone de contato 034 99105-6674).

Museus, Igreja Matriz e o Mirante do Cristo

O Museu Sacro, o Centro de Referência da Cultura Negra, Museu Histórico - Dona Beja, Museu Calmon Barreto e Memorial de Araxá, Fundação Cultural Calmon Barreto e Museu do Legislativo e da Imagem e do Som, são algumas das opções de atrações que ficam dentro da cidade de Araxá. Na zona urbana também destacam-se a Igreja Matriz de Araxá e o Mirante do Cristo, locais também de fácil acesso.

Publicidade



Complexo do Barreiro e suas atrações

Embora o Grande Hotel Termas de Araxá seja conhecido como a grande atração do Complexo do Barreiro, na área externa do hotel diversas são as atrações que chamam atenção: Fonte Andrade Júnior, construída para proteger a fonte de águas sulfurosas da Estância Parque do Barreiro; Fonte Dona Beja, com água radioativa que brota entre rochas vulcânicas, em uma gruta que emana substâncias para tratamento de doenças respiratórias; Mata da Cascatinha, criada em 1964 foi com o intuito de recompor e preservar a vegetação local degradada pela mineração. É uma área com fauna e flora rica e exuberante; e as ruínas do Hotel Rádio, imponente hotel das décadas de 30/40, que já hospedou Getúlio Vargas.

Venda de ingressos abertas

Desde o início de novembro os ingressos para a Copa do Mundo UCI de Mountain Bike em Araxá estão à venda. O passaporte que for adquirido, pessoal e intransferível, pode ser de 1 a 4 dias e os valores variam entre R$ 150 (1 dia) a R$ 300 (4 dias), mais o valor da taxa de conveniência (10%). Para fazer a compra, basta acessar a página de vendas no TicketSports.

Enquanto estudantes e idosos (pessoas acima de 60 anos) terão 50% de desconto na compra dos passaportes, a organização preparou um desconto super especial de 80%, para os moradores da cidade-sede, Araxá (MG). Crianças, de até 9 anos, não pagam entrada, ou seja, garantindo assim 100% de desconto, porém também devendo fazer o cadastro no sistema de venda de ingressos.

Mais informações sobre a CiMTB, acesse o site oficial da competição.


Relacionados

Comentários

Outras notícias

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.