home

Copa América de Ciclismo - Primeira grande prova do ano

Prova será no dia 6 de janeiro, na Cidade Maravilhosa


2 JAN, 2013     Guiné    



A abertura da temporada 2013 do ciclismo nacional já tem data. No dia 6 de janeiro será disputa a primeira prova do ano, com a 13ª Copa América de Ciclismo, programada para um circuito montado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. As melhores equipes do país e convidadas do exterior no masculino brigarão pela ponta e o importante pontos no ranking das Américas da União Ciclística Internacional (UCI) e Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). Haverá ainda a disputa do feminino, reunindo as mais bem classificadas atletas do país.

A largada

O feminino começará às 7h30 e o masculino as 9h15 - e a chegada serão em frente ao no Monumento Nacional aos Mortos da 2ª Guerra Mundial (Monumento aos Pracinhas), no Parque do Flamengo -, ao lado do MAM (Museu de Arte Moderna A disputa será mostrada ao vivo pela Rede Globo, dentro do Esporte Espetacular.

Com mais de duas décadas de história, a Copa América de Ciclismo é um divisor de águas dentro do ciclismo nacional. Referência no ciclismo no Continente, a prova, criada pela Yescom em 2001, com o apoio da Rede Globo, teve e tem papel importante no desenvolvimento do ciclismo nacional nos últimos anos. Afinal, o evento revolucionou a modalidade, obtendo maior visibilidade para o esporte em televisão aberta e abrindo caminho para as demais competições.

A edição deste ano reunirão equipes nacionais e estrangeiras. Do Brasil estarão presentes das 12 mais bem colocadas do 9º Tour do Brasil/Volta Ciclística de São Paulo, e até sete equipes estrangeiras convidadas. No feminino, a prova contará com as mais bem colocadas no ranking nacional segundo a classificação mais recente da CBC antes da competição.

A Copa América de Ciclismo 2013 contará pontos para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI) na Elite masculino/Sub 23. A prova é da classe 2.2, conforme os regulamentos UCI, registrada no calendário internacional, América Tour.

O evento atribui a seguinte pontuação para o ranking:
1º lugar - 40 pontos;
2º lugar - 30 pontos;
3º lugar - 16 pontos;
4º lugar - 12 pontos;
5º lugar - 10 pontos;
6º lugar - 08 pontos;
7º lugar - 06 pontos;
8º lugar - 03 pontos.

No ano passado, a vitória foi brasileira em ritmo de tango. O argentino Francisco Chamorro, da equipe Real Cycling Team, de Sorocaba (SP), venceu a competição no sprint, completando as nove voltas no circuito de 12,2 km em 2h27min34seg085. No feminino, que contou somente com ciclistas nacionais, a vitória foi de Valquíria Pardial, da Funvic/Pindamonhangaba, com o tempo de 55min12seg852, para as três voltas, no percurso pela ruas da Cidade Maravilhosa.

Resultados de 2012

Masculino (nove voltas)

1º) Francisco Chamorro (ARG, Real Cycling Team) 2h27min34seg085;
2º) Roberto Silva (BRA, Funvic/Pindamonhangaba), 2h27min34seg241;
3º) Nilceu Santos (BRA, Funvic/Pindamonhangaba), 2h27min34seg252;
4º) Marcos Crespo (ARG, São José dos Campos/Kuota), 2h27min34seg381;
5º) Rodrigo Melo (BRA, Dataro), 2h27min34seg441;

Feminino (três voltas)

1ª) Valquíria Pardial (Funvic/Pindamonhangaba), 55min12seg852;
2ª) Márcia Fernandes (São José dos Campos/Kuota), 55min50seg165;
3ª) Luciene Silva (Funvic/Pindamonhangaba), 56min03seg253;
4ª) Cristiane Silva (São José dos Campos/Kuota), 56min16seg889;
5ª) Fernanda Souza (Funvic/Pindamonhangaba), 56min20seg503;

Campeões

2012 - Francisco Chamorro (ARG) / Valquíria Pardial (BRA)
2011 - Breno Sidoti (BRA) / Janildes Fernandes (BRA)
2010 - Geraldo Souza (BRA) / Luciene Ferreira (BRA)
2009 - Francisco Chamorro (ARG) / Janildes Fernandes (BRA)
2008 - Nilceu Santos (BRA) /Uênia Fernandes (BRA)
2007 - Nilceu Santos (BRA) / Clemilda Fernandes (BRA)
2006 - Nilceu Santos (BRA) /Clemilda Fernandes (BRA)
2005 - Nilceu Santos (BRA) / Clemilda Fernandes (BRA)
2004 - Alem Rayes (URU) / Uênia Fernandes (BRA)
2003 - Renato Rohsler (BRA) / Janildes Fernandes (BRA)
2002 - John Lieswyn (EUA)
2001 - André Grizante (BRA)

A XIII Copa América de Ciclismo tem organização e realização da Rede Globo e da Yescom, com patrocínio da Caixa, OLX, Sedex e Rexona. A promoção e a transmissão são da Rede Globo, Sportv, Globo Esporte, GloboEsporte.com e Globo Internacional. O apoio é Wise Up, Água Schin, Montevérgine, CBN, Radio Globo e Gatorade O apoio é d Governo do Rio de Janeiro e da Prefeitura do Rio de Janeiro, com supervisão da União Ciclística Internacional (UCI), Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e Fecierj.


Comentários



Relacionados