home

Relato - A experiência de competir de mountain bike elétrica

Evento aconteceu na Copa Internacional de MTB 2017 em Araxá


9 MAR, 2017     Gustavo Figueiredo    



Pela primeira vez na história da Copa Internacional de MTB aconteceu uma corrida apenas para participantes com bicicletas elétricas. A ação foi promovida pela Specialized, que emprestou 10 bicicletas Turbo Levo para os participantes que fizeram inscrições antecipadas.

imagem

A Corrida

Era permitido o uso de qualquer outra marca de mountain bike elétrica, porém só as bikes da marca participaram, já que a Specialized foi a única até então que disponibilizou suas e-MTBs para testes no país. O fato do produto ser bastante novo certamente também ajudou neste cenário.

A corrida consistiu em 15 minutos de tempo somado a uma volta, com a largada simultânea de 10 participantes. O circuito usado foi o mesmo do Short Track do evento tradicional, porém com os trechos mais técnicos fechados por questões de segurança, já que que pessoas de diferentes níveis participaram da prova.

A Bike

Para quem não conhece, a Specialized Turbo Levo é uma bike full suspension, com 135mm de curso na dianteira, 140mm na traseira e pneus 27.5 plus. Ou seja, é uma bike realmente robusta pra trilhas de todo tipo. Já fizemos um teste e análise da Specialized Turbo Levo que pode ser visto aqui.

A bicicleta não tem acelerador, ela te ajuda apenas quando você está pedalando há menos de 27 km/h. Ou seja, numa situação de competição, você vai acabar pedalando em velocidade maiores e vai fazer muita força de qualquer maneira, mesmo tendo usado o modo turbo, que oferece a maior potência na pedalada.

A Corrida

Apesar de já ter pedalado na bike, a competição muda a sua relação com a bike, mesmo sendo um evento mais promocional. A pressão da competição acaba fazendo você cometer alguns erros.

imagem

Em alguma subidas mais íngremes, por exemplo, perdi tração e tive que empurrar rapidamente, mesmo sabendo que nesta situação o melhor é manter a cadência baixa para suavizar a entrada do motor - um detalhe fácil de esquecer no calor da prova.

Já nas descidas, a comparação entre a Turbo Levo e uma bike de cross-country chega a ser injusta, já que ela é full, tem muito mais curso e canote ajustável pelo guidon, deixando a brincadeira muito mais divertida.

Aproveitei a assistência do motor, para usar um estilo um pouco diferente nas curvas fechadas. Consegui deixar a bike acelerar até chegar bem perto da curva e pude frear de forma agressiva direcionando a derrapagem das rodas para o lado da curva.

Normalmente isso faz com que a bike perca muita velocidade e exija um maior esforço na hora de retomar, mas… a bicicleta é elétrica! Então, fica mais fácil. Nem sempre é a maneira mais rápida, mas certamente é a mais divertida (vídeo abaixo do nosso amigo Henrique do Pra Quem Pedala).



Como resultado, consegui ficar no 4o lugar e levar uma medalha pra casa. Para quem tem curiosidade em analisar os dados, pode ver o registro do Strava da minha corrida aqui. Como a atividade é bicicleta elétrica, não aparece o ranking dos outros participantes, já que segmentos elétricos não são os mesmos.

Vantagens da Bicicleta Elétrica

Já falamos por aqui das vantagens e desvantagens da bicicleta elétrica. E aqui está mais uma prova de que elas são uma ótima opção. Se não fosse elétrica, provavelmente eu não teria competido nessa prova - estava no evento para trabalhar e admito que não tenho treinado tanto quanto deveria. Mesmo sendo elétrica, meu batimento cardíaco esteve bem alto o tempo todo!

Se não fosse elétrica eu não teria competido


Ao mesmo tempo, a corrida me deu uma grande motivação para me dedicar mais aos treinos na bike normal. Afinal, sempre é legal ganhar uma medalha e subir no pódio de um evento grande.

Por que não ter mais corridas de bikes elétricas, sem muitas pretensões, totalmente “for fun” ? Corridas pra quem trabalha no evento ou mídias, que não vão poder competir “normalmente” no mesmo final de semana ?

E para quem ainda tem preconceito com bicicletas elétricas, siga o mesmo conselho do Ned Overend: Experimente!


Comentários



Relacionados