MENU

Bicicletas de Trilhas (Mountain Bikes) - Conheça os tipos e como escolher

O mountain biking é uma modalidade do ciclismo que nasceu nos anos 1970 na Califórnia, Estados Unidos. De lá pra cá, o que começou como um bando de malucos adaptando bikes cruiser para descer ladeiras de terra evoluiu e se diversificou em em esporte com várias categorias, cada uma com seus objetivos e bicicletas adequadas.

Índice - Os diferentes tipos de mountain bikes

  1. O que é Mountain Bike ou Bicicletas de Montanha ?
  2. Bikes de Cross-Country
  3. Bikes de Trail ou All Mountain
  4. Bikes de Enduro
  5. Bikes de Downhill
  6. Perguntas e Respostas

O que é Mountain Bike ou Bicicletas de Montanha ?

O termo mountain bike em tradução direta significa "bicicletas de montanha", diferente de "mountain biking" que é a atividade - o ciclismo de montanha. Muitas vezes são chamadas também como bicicleta de trilha e quando falamos de bicicletas 29 estamos em geral falando de mountain bikes, já que esse é o tamanho atualmente considerado padrão para as rodas.

Apesar de no Brasil muita gente usar mountain bikes para se locomover no ambiente urbano, o propósito delas é andar fora de estrada (off-road), seja em estradas de terra ou trilhas super-técnicas.

Existem muitas modalidades no Mountain Biking que explicamos aqui e as bikes foram sendo adaptadas para poder cumprir os rigores de cada modalidade.

É possível usar essas bicicletas para terra / trilhas e asfalto, mas nas maioria das situações, uma bicicleta dedicada para o uso urbano será mais eficiente e mais barata. Da mesma maneira, uma speed (road bike) terá um desempenho muito melhor no asfalto.

Bikes de Cross-Country

O Cross-Country, também chamado de XC é a modalidade do ciclismo mais praticada no Brasil. Normalmente, os praticantes do cross-country gostam de uma pedalada com mais desempenho atlético, com foco tanto nas subidas quanto nas descidas. basicamente, ele é dividido em duas modalidades:

Foto 75658

O Cross Country Olímpico (XCO), que acontece em várias voltas em circuitos com mais ou menos 4km, e o cross-country maratona (XCM), em que os atletas pedalam por trilhas e estradas em uma volta só, sendo um percurso bem mais longo.

As boas bikes para XC são leves, rápidas, ágeis e sobem muito bem. A maioria das bikes de XC possuem ao menos uma suspensão dianteira, mas muitas delas possuem uma suspensão traseira também.

Normalmente, a curso de suspensão deste tipo de bicicleta, que é a capacidade que a suspensão tem de se mover em um impacto, fica na casa dos 100mm, o que não é muita coisa.

Atualmente, algumas marcas já começaram a fazer bikes de XC com um pouco mais de curso, com alguns modelos com até 120mm de suspensão. Elas são indicados para provas mais técnicas como competições de XCO em circuitos com muitos obstáculos.

As bikes de cross-country são indicadas para quem quer fazer pedais com mais desempenho, quilometragens maiores ou mesmo participar de competições de cross-country olímpico e maratona.

Vale destacar que, para manter a eficiência na subida, este tipo de bike costuma ter um comportamento na descida menos eficiente.

Além de terem menos suspensão, elas costumam ter pneus um pouco mais estreitos, além de uma geometria que coloca o piloto em uma posição mais indicada para subidas.

Apesar disso, muitas bikes de XC mais modernas já contam com uma geometria bem mais adaptada aos desafios técnicos.

Bikes de Trail ou All Mountain

As bikes chamadas hoje de Trail Bikes são mais indicadas para pedaladas um pouco mais recreacionais do que o cross-country. Neste tipo de pedal, o desempenho ainda importa, mas o ciclista está disposto a abrir mão de alguns segundos nas subidas para ganhar mais controle e diversão nas descidas.

Foto 75657

Por isso, as bikes de trail são muito parecidas com as bikes de cross-country, mas com uma pitadinha adicional de características indicadas para descidas. Via de regra, elas sobem quase tão bem quanto uma bike de XC, mas sua geometria, seus pneus e suas suspensões ganham mais capacidade na hora de descer.

Geralmente, o curso da suspensão de uma trail bike fica entre 120mm e 140mm, com pneus um pouco mais pesados e agressivos e guidões mais largos. Muitas delas já vem com canotes retráteis, uma tendência que está ficando comum até nas bikes de XC.

Apesar disso, algumas bikes de trail pode encarar uma competição de maratona ou XCO com bastante desenvoltura, mas é claro que ela não vai oferecer a mesma eficiência pura de uma XCzeira tradicional.

Quando falamos em geometria, a bike de trail já é tem uma geometria mais longa e relaxada do que a de XC, o que aumenta sua capacidade de andar em velocidades altas e em terrenos mais técnicos.

As bikes de trail são indicadas para quem quer fazer aquele pedal mais recreacional, encarando subidas e descidas com bastante desempenho.

Vale destacar que, se você é iniciante, este tipo de bike pode oferecer um pouco mais de “folga” e conforto na pilotagem, o que tende a compensar um pouco a falta de habilidade de quem está começando no esporte. Para quem não pretende competir, costuma ser uma opção melhor.

Trail ou All Mountain ?

O All Mountain e Trail acabam sendo termos que se misturaram. Algumas marcas usam o Trail para falar das bikes mais próximas das de Cross-Country e All Mountain para bikes mais agressivas próximas das bikes de Enduro, mas outras simplesmente usam apenas Trail e Enduro.

Bikes de Enduro

As bikes desta categoria são ideais para que busca se divertir nas descidas. Isso porque, embora elas sejam capazes de subir relativamente bem, boa parte do projeto de uma bike de All Mountain ou Enduro foi pensada para quando a trilha vira para baixo.

O Enduro acabou se tornando uma modalidade própria, com competições de alto nível e mundiais.

Foto 75656

Em uma prova de Enduro, os pilotos devem encarar especiais de descida cronometrada. Mas, antes de descer, eles precisam chegar no topo da montanha. Apesar do tempo na subida não contar, existe um limite de tempo entre uma especial e a outra.

Então, se você tem o perfil de subir sem muita pressa, só para descer o mais rápido possível, escolha as bikes desta categoria. Para identificá-las, procure por modelos com cerca de 140mm até mais ou menos 170mm de curso de suspensão, caixas de direção bem mais “deitadas”, entre-eixos mais longos e pneus mais largos, pesados e resistentes.

Esses e outros detalhes aumentam a capacidade da bike nas descidas, mas acabam comprometendo sua eficiência nas subidas e trechos de pedalada. Assim como as bikes de trail em comparação com as de XC, uma bike de enduro vai oferecer para o ciclista iniciante uma maior facilidade para encarar as descidas e obstáculos.

Bikes de Downhill

Uma bike de Downhill (DH) é uma máquina criada apenas para as descidas. Apesar de serem capazes de, nas mãos certas, descerem trilhas que a maioria das pessoas não conseguiria descer a pé, uma bike desta modalidade serve apenas para fazer isso.

Foto 75655

Para se ter ideia, elas não utilizam nem um canote retrátil, já que um pequeno canote para segurar o banco em uma posição baixa é mais do que o suficiente. Afinal, para chegar ao topo das subidas, os atletas desta modalidades utilizam teleféricos ou "resgates" motorizados.

As marchas também são reduzidas: enquanto bicicletas de outras modalidades tendem a ter 12 marchas ou mais, as de downhill algumas vezes podem ter somente 7.

Uma bike de Downhill possui suspensões extremamente grandes, muitas com 200mm de curso, e pneus que mais parecem ser de motocross. As bikes são extremamente reforçadas e resistentes, com geometrias que permitem manter o controle mesmo em situações absurdas.

Perguntas e Respostas

Vale a pena ter uma mountain bike que não seja aro 29 ?

Vemos cada vez menos argumentos contra a eficiência das 29". E uma outra coisa que é preciso levar em consideração é quanto ao desenvolvimento de novos rodas, especialmente aros e pneus, para outros tamanhos. Sendo assim, poderá ser cada vez mais difícil ter uma variedade de produtos que não sejam 29" e certamente não terão grandes novidades.

Caso o uso da bike seja urbano e não haja pretensão de melhoria nas peças, ou seja, a mountain bike for usada para passeios ou locomoção, não há muita diferença de performance nas rodas 29", não sendo vantagem trocar sua bike atual somente por isso.

Qual a melhor marca de mountain bike ?

Não existe melhor marca de bicicleta de trilha. A cada ano surgem novidades e a tecnologia não para de evoluir. Existem algumas marcas que estão no topo do desenvolvimento, brigando entre si e se superando a cada ano. Algumas marcas também são melhores em uma determinada modalidade.

Vale a pena ter uma mountain bike de competição apenas para uso básico ?

Em geral, é um desperdício de dinheiro que pode não se refletir na melhor experiência de uso. Uma MTB de competição é feita para ganhar corridas. Em contra-partida, pode ser menos confortável e ter necessidades maiores de manutenção.

Posso usar uma mountain bike no asfalto ?

Uma mountain bike de verdade terá pneus com cravos, popularmente chamados de pneus biscoito, que são ótimos na terra, porém no asfalto deixam a bicicleta mais lenta e curiosamente podem ser mais escorregadios que os pneus lisos urbanos (chamados de pneus slick).

Além disso, ela poderá ter uma relação de marchas muito mais voltada para situações extremas de ladeiras inclinadas e também buscando desempenho. Isso custará mais caro e trará maior manutenção, com um benefício não tão grande.

Além disso, dependendo do nível, ela poderá ter suspensões, que ao contrário do que se pensa, não é para trazer conforto no uso urbano, mas sim maior controle e desempenho na terra. Uma suspensão ruim aumentará o peso sem muito benefício e uma suspensão muito boa pode ser mais cara que bicicletas populares, com pouca vantagem para pedalar no asfalto.

O conforto de uma bicicleta no uso urbano deve ser dado pelo selim correto, ajuste de medidas e pressão certa do pneu.


Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.