MENU

Bicicletas de Estrada - Conheça os tipos e como escolher

Conheça as principais diferenças entre as subcategorias do ciclismo de estrada e escolha a melhor bike para você

As bikes de estrada, também chamadas de road bikes, estradeiras ou speed são modelos criados especialmente para quem quer pedalar em locais pavimentados. Além de utilizarem pneus mais finos e com desenho mais liso, essas bikes utilizam um guidão com uma curvatura para baixo, que permite encontrar diversas posições de pedalada, além de uma posição mais aerodinâmica.

Para manter o peso baixo, elas possuem uma construção um pouco mais delicada que outras bikes e por andarem em maiores velocidades, podem oferecer desenhos aerodinâmicos. Além destas características gerais, as estradeiras ainda podem ser sub-divididas em categorias para quem deseja pedalar mais rápido no plano, nas subidas ou mesmo percorrer longas distâncias em viagens ou competições.

Apesar de ser possível usar uma bike de estrada para passeios ou deslocamento pequenos, uma bike urbana será mais adequada para o uso regular na cidade. Da mesma maneira, bicicletas de estrada que podem andar em estradas de terra (gravel) não tem a mesma amplitude de uso do que bicicletas de trilhas dedicadas (mountain bikes).

Índice - Os diferentes tipos de bikes de estrada

  1. Road Bikes e suas variações
  2. Qual a bike de estrada correta para o iniciante ?
  3. Perguntas e Respostas

Road Bikes e suas variações

Vale destacar que as divisões abaixo, apesar de serem comuns, podem variar de acordo com o fabricante. Porém, somente o nome e alguns detalhes costumam mudar de marca para marca.

Bikes Aero

As bicicletas aerodinâmicas apostam em tubos com formatos que cortam o vento para oferecer o melhor desempenho em trechos planos de alta velocidade. Além do quadro com tubos bem largos, muitas vezes as rodas também tem aros de perfil alto, chegando em 60mm, que também cortam melhor o ar.

Foto 75630

Por conta disso, inevitavelmente serão mais pesadas do que uma bike totalmente criada para subidas. Além disso, por possuírem tubos mais largos, elas têm menos capacidade de flexionar para absorver as irregularidades do terreno - por isso, costuma ser menos confortáveis.

Apesar disso, com o desenvolvimento de pneus mais largos e outras tecnologias de absorção de impactos, o nível de conforto deste tipo de bike cresceu muito nos último anos. A tendência positiva também seguiu no quesito peso, e há muito passaram-se os anos em que uma bike aero era sinônimo de um modelo pesado e de rodagem ruim.

Bikes Race

Uma bike race é aquela que aposta em um mix de qualidades para encarar terrenos variados. Normalmente, elas são as mais leves de uma marca, mesmo que por conta disso elas não sejam super-aerodinâmicas.

Foto 75633

Porém, assim como aconteceu com as bikes aero, as race também evoluíram muito com o passar do tempo. Com isso, elas ganharam desenhos mais capazes de cortar o vento sem que isso fosse prejudicial ao peso.

Além de tubos mais estreitos que conferem menor peso e um pouco mais de conforto, elas também utilizam rodas um pouco mais baixa, com um número comum ficando entre 30 e 50mm. Com isso, além de perderem importantes gramas, elas ainda são mais fáceis de controlar em ventos cruzados. Apesar disso, a posição de pedala dessas bikes costuma ser bem agressiva, com o ciclista ficando em uma posição ideal para corridas.

Bikes Endurance

As bikes de endurance possuem características de geometria e projeto que privilegiam o conforto, um ponto muito importante para quem deseja encarar longas jornadas sobre a bike. Vale destacar que muitas bikes desta categoria, oferecem um excelente desempenho - muitas delas já levaram ciclistas profissionais ao lugar mais algo do pódio em provas particularmente duras.

Foto 75636

Além de uma posição mais confortável, pneus mais largos e quadros capazes de filtrar mais as trepidações, algumas marcar oferecem bikes de endurance com furações de para-lamas e bagageiros, o que torna este tipo de bike uma boa opção para quem deseja viajar com a bike.

Bikes Gravel

Surgida há alguns anos, a gravel é o mais próximo que chegamos de uma bicicleta para estrada e trilha. Mas, ao invés de apostar em trilhas de elevado nível técnico, onde uma mountain biking se sai melhor, a gravel é mais voltada para os estradões de terra - gravel, em inglês, significa cascalho.

Foto 75632

Apesar de lembrar uma cyclo-cross no visual, a gravel costuma ter pneus maiores, além de uma geometria mais adequada para estradas, e não circuitos super travados. Além disso, algumas delas podem ter rodas 650b, e não as tradicionais 700c que equipam quase todas as bikes de estrada.

Saiba tudo sobre Gravel bikes neste artigo do Pedal.

Bikes de Contra-Relógio (TT)

Uma bike de contra-relógio, ou TT (Time Trial), foi criada com o único objetivo de furar o vento em um esforço individual do atleta. Existem TTs de estrada e de velódromo. Por terem sido projetadas para andar principalmente no plano e preferencialmente em linha reta, elas são particularmente inadequadas para percursos montanhosos e sinuosos. Além disso, elas jamais devem ser utilizadas em pelotões.

Foto 75635

A maior limitação deste tipo de bike é a pilotagem pouco eficiente e o fato dos freios estarem posicionados longe das marchas, em uma posição em que o ciclista não tem acesso quando está pedalando nos clips (ou aerobars). Por conta disso, veja bem quais são seus objetivos antes de comprar uma bike destas.

Bikes de Cyclo-Cross

No início do século passado, o cyclocross surgiu como uma opção de treinamento para os ciclistas de estrada, que precisavam manter o ritmo de competições mesmos nos meses mais gelados do ano. Por conta disso, elas tem algumas características que permitem encarar corridas realizadas em circuitos curtos e bem variados, com cerca de 2km de extensão.

Foto 75631

Durante a prova, o ciclista deve enfrentar diversos tipos de terrenos como terra, lama, grama, areia e muito mais, com obstáculos como escadas e pulos que devem ser realizados com a bike nas costas. Uma bicicleta de cyclo-cross está sujeita a regulamentação da UCI e deve ser adequada para este tipo de prova, então elas costuma ser menos versáteis do que uma gravel, por exemplo. Os pneus, por exemplo, não podem passar de 33mm, o que prejudica o uso em estradas esburacadas.

Bikes de Touring

Uma bike de Touring, como o nome diz, foi criada especificamente para quem deseja viajar de bicicleta. Por conta disso, elas possuem uma construção mais robusta e posição de pedalada mais ereta. Além disso, elas costumam ter espaço para pneus maiores, normalmente com muitas camadas de proteção contra furos.

Foto 75634

Elas também costumam apostar em uma relação de marchas mais leves do que uma estradeira convencional, ideal para quem vai pedalar longas distâncias com a bicicleta carregada de bagaram. Pelo mesmo motivo elas costumam possuir diversas furações para garrafinha de água e suporte para diferentes tipos de bagageiros.

Qual a bike de estrada correta para o iniciante ?

Para escolher a bike ideal, é preciso definir qual será o uso pretendido. Enquanto qualquer bike pode ser usada sem tanto compromisso, algumas bikes são específicas para as modalidades de ciclismo de estrada que falamos aqui.

Muitas vezes o iniciante ainda não tem certeza em qual estilo se sairá melhor ou irá gostar mais. Sendo assim, o ideal é começar com uma bike mais simples e depois de se conhecer mais, pegar uma mais específica para suas necessidades.

Independente da bike escolhida, é muito importante seguir todas as recomendações de como escolher uma bike nova.

Perguntas e Respostas

Bicicletas de estrada são mais difíceis de pilotar ?

Os pneus mais finos e posição mais fixa na bicicleta pode ser estranho para quem nunca pedalou numa bike de estrada. Porém, em pouco tempo se acostuma com essas variações.

Bicicletas de Estrada são mais perigosas ?

Estatisticamente, o ciclismo de estrada é o mais perigoso. Porém, o motivo não é pela bike e sim porque existem mais acidentes em estradas do que em trilhas. Sendo assim, a maioria das vezes, o problema em si é a falta de respeito dos motoristas.

Mas também é verdade que as bicicletas de estrada andam numa velocidade bem maior que outras e é preciso estar muito atento a buracos e condições ruins de pista. Pela velocidade mais alta, elas também são um pouco mais difíceis de frear. Portanto, é fundamental ter atenção ao pedalar onde não se conhece e sempre usar capacete.

Qual a melhor marca de bike de estrada ?

Não existe melhor marca de bicicleta de estrada. É um mercado em que a cada ano surgem novidades e a tecnologia não para de melhorar. Sendo assim, existem algumas marcas que estão no topo do desenvolvimento, brigando entre si e se superando a cada ano,

Vale a pena ter uma bicicleta de competição apenas para passear ?

Na nossa opinião, é um desperdício de dinheiro que pode não se refletir na melhor experiência de uso. Uma bike de competição é feita para ganhar competições. Em contra-partida, pode ser menos confortável e ter necessidades maiores de manutenção.


Conteúdo Relacionado

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.