MENU

Colisão entre ciclista e motociclista na contramão na Romeiros (SP) é flagrada no fim de semana

Em relato, ciclista diz que motociclista invadiu a contramão, causando impacto inevitável

Perto da cidade e com acesso fácil para a cidade de São Paulo, a estrada dos Romeiros é um dos locais mais utilizados para a prática do ciclismo de estrada na região da capital. Isso porque, além de ter alguns trechos bem bonitos, suas curvas, subidas e descidas criam aquele cenário ideal para uma pedalada bem agradável.

Foto 76704
    Juca Ferreira

Talvez pelo mesmo motivo, a mesma estrada também é bastante utilizada por motoristas e motociclistas que querem curtir um belo visual com seus veículos. Até ai, problema nenhum.

Porém, vez por outra, seja lá por qual motivo (normalmente a velocidade e a imprudência são as culpadas), os problemas de trânsito acontecem - infelizmente com mais frequência do que nós gostaríamos de saber.

Nas imagens abaixo, o fotografo Juca Ferreira flagra o momento exato em que um motociclista invade a contramão com sua moto e, ao tentar voltar para sua faixa, acerta de frente o ciclista Emílio Rigamonti - o relato dele você confere abaixo na íntegra que ele fez em sua conta do Instagram.

Flagrante de acidente com ciclista
Flagrante de acidente com ciclista    Juca Ferreira


Relato

Neste domingo fui atropelado quando pedalava na Estrada de Romeiros. Um motociclista inábil, ao fazer a curva não conseguiu segurar a moto e espalhou, invadindo a pista da esquerda. Continuando sua inabilidade seguiu na contramão. Passaram 3 bikes e ele resolveu voltar para a pista da direita, em uma curva.

Assim fui surpreendido por uma moto cruzando minha frente, o impacto foi inevitável. As fotos falam por si. Tive fratura em duas costelas, hematomas nos joelhos, cotovelo, e em muitos outros lugares. Cuidado amigos ciclistas, Romeiros já é terra de ninguém! Nós ciclistas somos amados por poucos, mas somos o elo mais fraco da cadeia.

Somos filhos, pais de família, trabalhadores, iguais a todos, a diferença é que acordamos cedo para praticar nosso amado esporte, nos arriscamos em autopistas e estradas. Quanto mais o tempo passa, menos lugares temos para pedalar!

Fecharam a USP, na Estrada Velha o governo estadual concedeu a exploração a iniciativa privada, com caminhões usando a área como estacionamento, Romeiros é terra de ninguém, e a Ciclo Via não comporta os milhares de ciclistas que existem na cidade! Onde poderemos pedalar? Onde poderemos praticar este maravilhoso esporte, se cada vez mais limitam as áreas e ignoram o crescimento do ciclismo? Fica a pergunta!




Relacionados

Comentários

É difícil dizer sem ter presenciado a cena, mas antes do acidente, na primeira foto, é possível ver um ciclista na contramão, talvez o acidente tenha sido causado ao motociclista ter tentado desviar desse ciclista na contramão. Aqui na serra de Teresópolis RJ é frequente ver grupos de ciclistas andando um do lado do outro em vez de no canto, acabam se expondo a riscos desnecessários, ainda mais em uma estrada com tantas curvas.

Sou ciclista de moutain bike e motociclista de motocicleta grande e em ambos os veículos passo sustos enormes, o problema são as habilitações inadequadas e a total falta de respeito de muitos com seres humanos em cima de 2 Rodas, é fato no Brasil inteiro, já pensei em pedalar na speed mas quando penso nos sustos que passo de motocicleta desisto, resumindo, falta totalmente RESPEITO E CONSCIÊNCIA AO PRÓXIMO...

Simplesmente o governo (sistema) não quer bicicletas nas ruas. Bikes não pagam IPVA, não abastecem de gasolina, bike não é lucrativo para o sistema escravoceta brasileiro.

Motociclista inábil e ciclista folgado em rodovia como se estivesse em um carro. Sou motociclista e ciclista de MTB, o que percebo são ciclistas a cada dia mais folgados e convictos de que podem trafegar em rodovias no meio da pista de rolagem como se em carro estivessem. Estimo minhas melhoras e reafirmo minha posição de que os dois estão errados e certamente o motociclista assim como o ciclista acreditam estarem cobertos de razão.

Sou ciclista também, passo frequentemente na estrada dos Romeiros.
Aos finais de semana, realmente a via é terra de ninguém, nem os próprios ciclistas respeitam. Conversam entre si, não deixando espaço para carros e motos passarem, formam grupos volumosos, e fazem poses enquanto pedalam para este fotógrafo, que ganha uns trocos.
Motociclistas de finais de semana, que não possuem o costume de andar em motos de maior cilindrada, também se exibindo em seus grupos.
E finalmente os carros, que em sua maioria vão visitar parentes nas cidades próximas, que se empanturram de bebidas alcoólicas, e a tarde, voltam sem saber em qual faixa estão .

A rodovia se transformou realmente numa terra de ninguém.

Fui atropelado por um carro a algumas semanas atrás , o motorista bem se deu ao trabalho de parar , meteu marcha e me largou lá pelo chão .

Pedalo todos os dias fazendo entregas com segurança e tendo em mente que qualquer colisão eu serei os mais afetado, porém vejo esses idiotas que se arriscam pedalando em rodovias e grandes avenidas uma hora vão sofrer as consequências pela imprudência, rodovias , marginais e grandes avenidas é pra veículos automotores pronto mamãe falei.

Está cada vez pior... infelizmente! Espero que vc tenha uma breve recuperação!

Motoqueiros de primeira viagem e motoqueiros que querem andar mais fo que a moto são uma constante em Romeiros. A estrada é linda, mas não perdoa: entrou muito quente em certas curvas, invade a outra faixa na certa. Nesse caso, 3 coisas podem acontecer acontecer: 1) se não tiver ninguém na outra faixa e o motociclista conseguir voltar pra faixa certa, é só enxugar o xixi nas calças pelo susto. 2) se tiver sorte, atropela o guardrail do outro lado e vai para o hospital, deixando a moto no local para ser jogada fora. 3) se em vez de um ciclista atingir um caminhão ou carro ou outra moto, vai direto pro Cemitério local. Simples assim. Ainda há uma quarta alternativa: se atropelar um motoboy corre o risco de apanhar. Portanto, um conselho aos malucos de moto: vão se matar na Anhanguera e deixem a Estrada dos Romeiros para os apaixonados pelo ciclismo.

Realemente um problema serio, pois nao temos alternativas, e o pior o @jrdoria, nao se posiciona, nem com a USP e nem com estes poucos locais. Ahhh e se vamos pras marginais, nor tornamos MARGINAIS, POI SOMOS IMPEDIDOS DE CIRCULAR, e as desculpas e argumentos dados pelas autoridades são falíveis e pouco convincentes

de vez em quando, algum motoqueiro bração não consegue fazer a curva aí. eu também já flagrei um cara passando reto na curva.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.