MENU

Circuito XC de Favelas #1 - Confira tudo que rolou

Depois da pacificação nos morros na cidade do Rio de Janeiro, diversos eventos esportivos, culturais e sociais estão sendo realizados para maior integração da população carente que não tem acesso a estes tipos de ações. Dos esportivos, podemos citar um dos primeiros deles: Desafio no Morro do Complexo do Alemão que movimentou toda população local.



Agora foi a vez do cross-country, valendo pela a primeira etapa do Circuito XC de Favelas. Contando com uma pista técnica, até mesmo os mais experientes foram surpreendidos pela dificuldade do trajeto.

A premiação de 20 mil reais atraiu cerca de 50 atletas de alto nível de seis estados brasileiros. A Rede Record transmitiu alguns flashs ao vivo durante a sua programação na manhã do sábado (07/05). Quem também esteve presente na competição foi a Shimano, que apoiou e ofereceu suporte neutro aos atletas.

imagem

Circuito XC Favelas

A prova foi diferente de tudo de já foi visto no país, com a largada na Praça Saens Peña (bairro da Tijuca), na qual os atletas subiam para as favelas e logo enfrentavam os mais diversos obstáculos.

Em muitas partes do trajeto, os atletas estavam rodeados de gente, que agitavam sem parar. As comunidades do Turano e Salgueiro eram onde estavam as maiores torcidas. Não tinha favorito, todo mundo empurrava todo mundo. Era uma só festa.

A pista misturou um pouco de cada modalidade: ciclismo, mountain bike e downhill. Tinha que saber levar em cada trecho, no asfalto era muito tático para aproveitar o grupo, nas subidas tinha que administrar as forças, e nas descidas, técnica total.

Entre becos, pontes, escadas, valas, single tracks e trilhas técnicas, o paulista Edivando de Souza Cruz levou a melhor e garantiu o primeiro lugar. Seguido por Ricardo Pscheidt e Thiago Aroeira. Com o pneu furado, Henrique Avancini foi o quarto. E Douglas Arara finalizou os cinco primeiros.

Acidente com Rubens Donizete


A nota triste da competição foi a queda de Rubens Donizete. Ao passar no mata burro de metal, a roda dianteira travou e lançou o atleta por muitos metros sobre o asfalto. No momento do acidente, Rubinho estava com aproximadamente uns 50km/h. Apesar da forte queda, ele não sofreu nada grave e em breve estará pronto para próxima competição.

"Fui jogado da bike e sai ralando no asfalto quase 150 metros. Tive escoriações em várias partes do corpo: cotovelo, punho, joelho e pernas. Não quebrei nada e agora é se preparar para São Lourenço, que é seletiva" - comentou o atleta.

Resultados

1 - Edivando de Souza Cruz
2 - Ricardo Pscheidt
3 - Thiago Aroeira
4 - Henrique Avancini
5 - Douglas Arara

Patrocínio

Lei de Incentivo ao Esporte, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Lei Federal de Incentivo a Cultura e Lazer / Rede Record / Light
Realização - Pedal 2 / Distak
Apoio - Shimano

Fotos (47)

foto 0 - Rubens Donizete Mais Fotos


Relacionados

Comentários



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.