MENU

Cipollini diz que Nibali deveria ter oferecido dinheiro para garantir ouro olímpico

Ex-ciclista italiano afirma que acordos com dinheiro sempre fizeram parte do ciclismo

Quando o assunto é polêmica e controvérsias, o eterno Mario Cipollini costuma ser insuperável. Desta vez, o Super Mario, apelido do velocista italiano, soltou os cachorros sobre Vincenzo Nibali, seu compatriota que perdeu a oportunidade de disputar a vitória da prova de ciclismo de estrada do Jogos Olímpicos Rio 2016 depois de envolver-se em um tombo pouco antes da chegada.

imagem

Em uma recente entrevista ao jornal L’Equipe, Cipollini afirmou que o Tubarão deveria ter oferecido dinheiro para Sergio Henao nos momentos finais da prova. Para quem não se lembra, a dupla escapou junto com Rafal Majka mas acabou se acidentando na descida da Vista Chinesa. No fim, Majka foi superado por Greg Van Avermaet pouco antes da chegada.

"Van Avermaet venceu porque Niballi não conseguiu lidar bem com o final da prova quando ele estava com Majka e Henao", disse. "Eu entenderia ele assumir riscos se estivesse sozinho para aumentar a vantagem, mas não no meio da descida com árvores, pouca visibilidade e asfalto molhado. Eu teria oferecido dinheiro para o Henao e as coisas estariam certas. Para o Henao, vencer os jogos não faria muita diferença", disparou.

"Esse tipo de acordo sempre existiu. Não é a vitória que você compra e sim a colaboração. Por $100,000 o Henao ficaria de olho no Majka e NIbali teria voltado para a Itália com a medalha no pescoço. Comparado com a pilha de dinheiro que ele ganharia, $100,000 não é nem tanto assim", completou o ex-atleta.





Relacionados

Comentários

Hahahaha... é um pândego mesmo.



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.