home

Ciclista paranaense tenta Recorde da Hora nesta quinta-feira em Maringá


16 DEZ, 2015     Péricles    



Chegou a hora de André Nunes da Silveira cravar o nome na história do ciclismo nacional. Nesta quinta-feira (17), o ciclista de 80 anos estará no Velódromo Municipal de Maringá (PR), um dos melhores do país, para buscar o Recorde da Hora, desafio no qual o ciclista deve pedalar sozinho durante 60 minutos sem interrupção. Está será a primeira tentativa do recorde no Brasil na categoria Veterano, destinada para atletas com mais de 60 anos.

imagem

André começou sua preparação para o desafio em março deste ano. Os treinamentos tiveram uma fase básica, focada no condicionamento físico para garantir a resistência e preparo do ciclista para o evento. Nos últimos três meses a preparação foi intensificada, utilizando o Velódromo do Jardim Botânico, em Curitiba. Em outubro, André passou dois dias no Velódromo de Maringá para fazer o reconhecimento da pista, testando a nova bicicleta e buscando os ajustes necessários no equipamento e na transmissão (marcha) para a tentativa de recorde. O ciclista chegou a agendar a tentativa do recorde para o final do mês de novembro, mas, devido as chuvas constantes no estado do Paraná, os planos foram adiados por três vezes. Agora o aposentado, conhecido por ser uma das lendas do ciclismo paranaense, não vê a hora de colocar sua bike na pista e dar início ao feito.

"Pratico o esporte por amor e procuro sempre melhorar minhas marcas e desempenho. Espero atingir meu objetivo e com isso estabelecer um novo recorde, que também servirá de incentivo para os demais atletas", comenta André, que já coleciona feitos impressionantes como 9 participações nas 200 milhas de Montevideo, no Uruguai.

Para garantir a validade do recorde, o evento terá chancela da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e de árbitros nacionais da Associação Brasileira de Comissários de Ciclismo (ABCC). Os treinamentos de André, iniciados em março deste ano, estão sendo acompanhados de perto pelos Professores Iverson Ladewig e Otávio Tavares. Otávio é triatleta e Personal Trainer, atuando em diversas áreas e competições, enquanto Iverson é professor Associado da UFPR, lotado no departamento de Educação Física e envolvido no ciclismo há mais de 40 anos, exercendo diversas funções, entre elas, Técnico da Seleção Brasileira de Ciclismo de Pista entre os anos de 2001 e 2004 e mais recentemente, atuando como Comissário Internacional de ciclismo (árbitro) da União Ciclista Internacional (UCI), com sede em Aigle, na Suíça.


Comentários



Relacionados