MENU

Ciclista italiana Valentina Scandolara realiza pedalada social de Ubatuba ao Rio

Campeã europeia pedalou 300 km até a cidade olímpica

     

A ciclista italiana da equipe Orica-Ais, Valentina Scandolara, esteve no Brasil para conhecer um pouco mais o país que será palco das Olimpíadas. A atleta ficou sediada em Ubatuba com suporte de amigos de equipe e apoio da Academia Winner.

Valentina resolveu unir seu treino à uma causa social, doando seu patrocínio para essa viagem a uma criança carente da região, que poderá ter seus gastos cobertos por 2 anos.

De Ubatuba, a atleta que também conta com patrocínio da Scott, pedalou uma Scott Addict por mais de 300 km até o Rio de Janeiro, para conhecer um pouco mais da cidade e da pista onde vai acontecer a competição de estrada.

Valentina compete estrada, pista e cyclocross e está entre as top 10 mundiais. Veja seu relato:

imagem

"A viagem para o Rio não foi simplesmente começar aqui minha preparação para fazer parte da Seleção Italiana de Ciclismo para as Olímpiadas Rio 2016 (meu sonho desde que nasci), mas também fazer algo importante para outras pessoas. Resolvi doar meu patrocínio para uma organização que ajuda crianças brasileiras com alimentos e educação. Eu acredito muito que a educação pode mudar vidas, acabando com a ignorância que leva à pobreza. Portanto, esta foi mais uma motivação que deu às minha pernas forças necessárias para que eu cumprisse este desafio.

Eu acredito muito que a educação pode mudar vidas, combatendo a ignorância que leva à pobreza.



Porque estou em Ubatuba ?

Há alguns anos atrás, nosso mecânico era o Felipe Ennes Houdjakoff, brasileiro, que vive em Ubatuba e que agora trabalha com outra equipe. Ficamos bem amigos. Sua irmã também é envolvida com o ciclismo e trabalha como massoterapeuta na equipe Katusha. Então, sempre quis conhecer Ubatuba e agora tive a oportunidade de vir e treinar aqui. Pude passar bastante tempo no mar nas horas de recuperação e visitar a Cachoeira do Paramirim. Eu amo esse lugar, simplesmente mágico!

imagem

Saí para o Rio às 5:30 da manhã. Estava ainda escuro e fresco, o que deixou as coisas fáceis, mas algumas horas depois eu já estava fervendo na pista. O sol estava queimando e a temperatura da estrada estava fazendo as coisas muito mais difíceis. Estava carregando uma mochila de 7 kg com minha comida e água nas costas, o que me deixou muito cansada mesmo nas pequenas subidas. Mas, minha motivação estava altíssima e fui até Angra dos Reis (160km), onde encontrei Leonardo Filippo Filho, Reginaldo Lima e Eugenio Neto. Leonardo estava de carro, então pude deixar minha mochila e ter comida e água fresca, enquanto Reginaldo e Eugênio pedalaram comigo todo o caminho para o Rio de Janeiro. Em Mangaratiba encontramos mais um pequeno grupo de amigos: Rob, Flavio e Beth. Eu realmente apreciei a motivação vinda deles, foi muito mais do que física, foi um impulso a mais encontrar eles e pedalar juntos.

A chegada

Cheguei ao Rio no final da tarde, depois de 302 km, onze horas pedalando e 2.140 metros de ascensão acumulados. Foi um grande desafio para mim, estou muito orgulhosa de ter conseguido realizá-lo. Depois

imagem
do descanso na casa do Leonardo, passei os dois últimos dias conhecendo os famosos pontos turísticos do Rio de Janeiro, assim como o percurso da competição de estrada das Olímpiadas, onde fiz alguns vídeos em subidas e mapeei todo o percurso com o Garmin. Assim, posso estudar em particular todo o percurso e basear meu treinamento em trechos parecidos na cidade onde moro, Verona, Itália. Por fim, fui ao Cristo pedalando, fiquei muito feliz!

Nunca vou poder agradecer o suficiente aos meus novos amigos por tudo, foi pouco tempo juntos, mas as memórias estarão para sempre em minha mente e coração.

Definitivamente amei o Brasil! Eu amo como a natureza está em todo o lugar, a força e a vida e amei as pessoas brasileiras em seu caráter. Só conheci pessoas que fizeram de tudo para me ajudar e me fazer sentir em casa.

Realmente desejo muito voltar em menos de 600 dias. Vou fazer o meu melhor! Rio, espere por mim!".

Agradecimentos a Igor Ramon, Special Adventure.

     


Comentários