MENU

Ciclista Edson Luiz de Rezende morre em atropelamento na BR-101, em São José

Ciclista estava pedalando bicicleta tandem acompanhado do deficiente visual Orides Joel

Segundo informa esta notícia do site ND+, o ciclista Edson Luiz de Rezende, de 33 anos, faleceu depois de ser atropelado por um caminhão na manhã desta sexta-feira, dia 3. O atleta do Avaí era conhecido como Edinho e tinha 33 anos. O atropelamento aconteceu por volta das 11h, no km 202 da BR-101, na via marginal do sentido Sul, em São José, Santa Catarina.

Foto 71885
    Facebook / Reprodução

No momento do atropelamento, ele pilotava uma tandem como guia do paraciclista Orides Joel, de 45 anos. A Polícia Rodoviária Federal informou que Orides sofreu lesões graves e foi encaminhado para um hospital. A polícia ainda informou que, segundo testemunhas, o motorista do caminhão teria feito uma curva à direita para entrar em uma rua e acabou chocando-se com a bicicleta. O motorista parou para prestar socorro.

Em seu site oficial, a FCC (Federação Catarinense de Ciclismo) manifestou-se por meio de uma nota de pesar.

“A Federação Catarinense de Ciclismo, comunica com imenso pesar, o falecimento do atleta EDSON LUIZ DE REZENDE (Edinho) da equipe do Avaí de Florianópolis.

Um trágico acidente de trânsito tirou a sua vida, estava de guia de um paraciclista, o qual era piloto.

A todos os familiares e amigos, os nossos mais sinceros sentimentos de solidariedade e pêsames.”


Relacionados

Comentários

Eu pedalo há uns 30 anos. Já vi muitos ciclistas serem atropelados e virem à obito. Hoje só treino em lugares seguros. Mais vale a vida que se arriscar em acostamentos de rodovias

Essa região já é perigosa de dirigir, imagina treinar nesse trecho da BR-101. Não querendo diminuir a culpa do motorista, nem faltar com respeito a família e demais ciclistas, mas pedalar ali nesse horário é quase suicídio.

Há alguns fatos que foram omitidos pela imprensa e geram comentários de individuos que sabem tanto de leis de transito como eu de conserto de motor de helicóptero (Andrei). O Ciclista estava circulando pela marginal da BR, não na BR, onde a velocidade maxima para veiculos leves é 60km/h e pesados 40km/h... O motorista saiu da BR para marginal em velocidade acima da permitida e cortou a frente do ciclista, sem a minima prudência.. O motorista não ficou no local, ele correu pra dentro da empresa que era próxima ao local do acidente... Essa é a verdade contada por quem estava no local do acidente! Entendeu dr. Andrei? Se entendesse um pouquinho de CTB, não vinha falar besteira e passar vergonha. Espero profundamente que você nunca tenha nenhum parente, amigo ou você mesmo vitima de algum acidente de transito e sem nenhuma razão tenha que escutar ou ler abobrinhas de seres energúmenos como você...

Motorista assassino, ele estava no acostamento.

Andrei não sabe o que raciocina e acaba transferindo para a digitação muita idiotice. Estou contigo Richard. Falta educação para o brasileiro muito mas muito mais respeito. Infelizmente nosso Brasil será sempre de terceiro mundo em todos os sentidos.

Andrei não tem noção nenhuma do que escreve, nem deve ser ciclista. O único lugar que sobra aqui no Sul para treinar é nas BRs, ou você quer que eles treinem dentro da cidade parando a cada sinaleira? Primeiro aprenda a escrever e usar vírgula, depois a tecer comentários sobre qualquer matéria.

Será que esse país um dia mudará de mente...a falta de respeito...ao próximo não muda...triste notícia...mas uma realidade num país de egoístas

Meu Deus que judiação

tristeza

Rodovia principalmente BR não é lugar de bike .Fatalidade ? Não negligência do atleta .

Motoristas Profissionais !

Meus sentimentos a família, muita luz e força nessa hora.

Deus o tenha e conforte sua família.

Triste o acontecimento,e mais que o motorista vai sair em lezo a verdeda sobre as leis do nosso Brasil

Aqui no Brasil ninguém lê e nem entende as leis de trânsito

Sem comentário

Triste mais um dos nossos que só quer fazer o bem e viver pedal é isso vá em paz meu amigo !!!!



Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.