home

Cebo no Pedal #12 - Desafio Dougrão sai do Sofá, como tudo começou

Conheça a história do Dougrão e confira algumas dicas para quem quer perder peso pedalando


8 NOV, 2018     Gustavo Figueiredo     1    



O ciclismo é um dos esportes bastante democrático. Isso porque, apesar de privilegiar alguns tipos de corpo, a grande verdade é que, abaixo do nível profissional, praticamente qualquer pessoa pode andar de bicicleta - prova disso são os grupos de pedal amador que contam com pessoas que vão da menina magrela de 45kg até aquele brutamontes que facilmente passa da casa dos 100kg.

Foto 70036

A bem da verdade, ao longo dos meus muitos anos de pedal, já me deparei com pessoas extremamente rápidas sobre uma bicicleta cujos os corpos não necessariamente pareciam adaptados ao esporte. Puxando rapidamente pela memória, me lembro de mais de uma ocasião em que fiquei comendo poeira ao tentar acompanhar pessoas claramente acima do peso "ideal".

Apesar desta grande abrangência, encontrar pessoas extremamente acima do peso pedalando é raro: e este é justamente o caso do Dougrão, criador do canal Dougrao Pedala. Durante o Shimano Fest 2018, ele recebeu uma proposta da Sense Bike que acabou se transformando no Desafio Dougrão Sai do Sofá. Confira o início dessa história no vídeo abaixo.

Desafio Dougrão sai do Sofá



Alguns dados do Dougrão

Recentemente, o Dougrão fez o teste ergoespirométrico assim como eu e a Giugiu Morgen - confira isso no Cebo no Pedal 3 e no Cebo no Pedal #7. Vou deixar aqui alguns dados dele só como curiosidade.

FTP: 200 watts - 0,9 watts/kg
Vo2 Max: 21,6 ml/kg/min
L1: 120 watts

Objetivos
Menos 40kg - Uma Invictus Comp
Menos 20kg - Uma Impact Pro

Foto 70038
Invictus Comp com -40kg
Foto 70037
Impact Pro com -20 kg

Segredos de treinamento para quem está acima do peso

Quando fiquei sabendo que o Cadu treinaria um atleta acima do peso, ajudando o cara a perder peso e encontrar o caminho da saúde, imediatamente pensei que, assim como o Dougrão, muitos leitores poderiam se beneficiar das dicas que surgiriam ao acompanhar esta história.

Não se deve colocar treinos muito intensos para pessoas que estão com restrição calórica


Segundo explicou Cadu, o grande segredo para treinar alguém que quer perder peso é criar um treinamento totalmente personalizado, que gere o maior gasto calórico possível sem criar um desgaste exagerado do corpo. A dificuldade fica por conta da dieta mais restrita, o que dificulta a recuperação muscular e pode, inclusive, prejudicar o sistema imunológico.

Melhorando o metabolismo de gordura - Em um primeiro momento, a rotina de treinos deve apostar em pedais mais longos e em baixa intensidade, queimando a reserva de gordura do atleta ao mesmo tempo em que o corpo é preparado para uma segunda fase do treinamento.

"Vamos trabalhar com o volume alto mas não muito alto, apostando no longo prazo para gerar perda de peso. Mas, não são só os longos que melhoram o metabolismo de gordura. Por isso, depois que ele estiver mais adaptado, devemos entrar com treinos de altíssima intensidade", explicou Cadu. "Isso acontece porque não se deve colocar treinos muito intensos para pessoas que estão com restrição calórica", complementou.

Cadu nos explicou que o trabalho junto com o nutricionista é fundamental, assim como o acompanhamento preciso do desgaste do atleta e sua adesão à rotina de treinos. Como você acompanhou no episódio 4 do Cebo no Pedal, o método utilizado por ele para fazer isso é bastante eficiente. Basicamente, utilizando seu conhecimento e o Training Peaks, ele tem como saber EXATAMENTE o que você fez o deixou de fazer.

"Vamos controlar a carga para que ele não fique nem desmotivado e nem doente. Se ele começar a faltar nos treinos, teremos um sinal de desgaste. Se isso acontecer, posso reduzir a carga do treino ao mesmo tempo em que o nutricionista aumenta a ingestão de calorias, respeitando os ciclos do corpo do atleta", finalizou Cadu.

Com estas observações, fica bastante claro que treinar alguém que quer perder peso é mais complexo do que parece, por isso o acompanhamento de diversos profissionais altamente qualificados é importantíssimo.

Você vai acompanhar a história do Dougrão aqui no Cebo no Pedal, mas para acompanhar de perto mesmo vou deixar a lista de opções aqui embaixo:

Dougrão - Youtube - Instagram - Facebook - Strava

Sense - Instagram - Facebook - Youtube

Parceiros do Dougrão

- Care Club e Cadu Polazzo, oferecendo todo o suporte médico/nutricional/esportivo;
- ASW Racing, oferecendo o vestuário completo personalizado e feito sob medida para ele;
- LM BIKE (Oficial), com os componentes para manutenção da bike;
- Vzan Brasil com aros especiais para suportar o peso;
- Real Safra, oferecendo alimentação balanceada todos os dias;
- Academia Formula do Corpo, oferecendo suporte para o treinamento personalizado
- Bike Brasil, com os serviços de manutenção da bike;
- Pro Maker, captando e editando os vídeos do
projeto.

Enquanto isso o Cebo...

Como alguns de vocês devem ter visto, quebrei o dedão do meu pé direito em um acidente doméstico um dia depois da Final do GP Ravelli 2018. Este infeliz acontecimento rolou há pouco mais de três semanas e estou sem pedalar desde então - ordens médicas.

Até agora já ganhei uns 4kg mesmo tentando pegar leve na dieta, mas ao menos a experiência deve gerar uma história de como lidar com lesões e como voltar a treinar depois de ficar um tempo parado. Também quero fazer um teste de FTP para vocês terem ideia do que significa ficar mais de um mês sem subir na bike. De uma forma ou de outra, segue o jogo!

Abraços!

Gustavo "Cebo" Figueiredo - Strava

Parcerias

Cadu Polazzo - Facebook
Care Club - Site Oficial
Seppia Geração de Conteúdo - Site Oficial
GP Ravelli - Site Oficial - Mais informações Etapa Espirito Santo do Pinhal
CIMTB - Site Oficial
Sense Bike - Site Oficial
La Maglia uniformes - Site Oficial
ASW Uniformes - Site oficial
PicStock - Site Oficial - Link para fotos do GP Ravelli Pro e GP Ravelli Sport

Dúvidas, observações ou sugestões? Deixe o Cebo no Pedal mais legal usando os comentários abaixo.