MENU

Brasileiro de ciclismo de estrada 2016 - Prova deixará de ser realizada na estrada

     

O Campeonato Brasileiro de Ciclismo 2016, que era para ser um desafio repleto de subidas contendo uma serra com quase 1000 metros de desnível e mais de 3300 metros de subidas acumuladas, acaba de tornar-se mais uma prova plana, realizada em um curto circuito de 15km, totalizando 180km rodados dentro da cidade de Joinville (SC).

imagem
Brasileiro de Estrada 2015. Foto: CBC / Divulgação


A triste decisão foi anunciada pelo presidente da Federação Catarinense de Ciclismo, João Carlos Andrade no congresso técnico que aconteceu ontem a noite (23) e, como era de se esperar, desagradou muito ciclistas e equipes que haviam se preparado para uma prova completamente diferente da que vai acontecer.

A competição que será realizada neste fim de semana (25 e 26 de Junho), provavelmente traria vantagem para escaladores e agora passou a ser uma corrida para sprinters - dois tipos de atletas com características completamente diferentes.

Segundo informações, a mudança aconteceu por conta de dificuldades com a Polícia Rodoviária que ajudaria na segurança da competição. De acordo com o José Carlos Andrade, a Polícia informou na tarde de ontem (22), que não teria efetivo para trabalhar na prova.

Na prova de contra-relógio que acontece hoje, sexta-feira (24 de junho), o percurso será mantido. O trajeto foi montado na Estrada do Oeste, com 28km para os homens e 14km para as mulheres.






Conteúdo Relacionado

Comentários

É inacreditável uma mudança dessas. Muita falta de respeito com os atletas.

Depois perguntam porque o ciclismo brasileiro não é forte. Que palhaçada mudar o percurso para um circuito plano dentro da cidade. Se fosse um timeco de futebol, teria escolta tranquilo. Mês que vem vai passar a tocha olímpica aqui na região de Joinville e Jaraguá do Sul. Terá toda a atenção da mídia e com certeza escolta policial. Ah mas é a tocha olímpica. Em outros países pode ser um simbolo máximo do esporte. Aqui no Brasil será igual a copa, um show de desvios de dinheiro e obras mau feitas com prazo de validade. País de M.