home

Aumento das exportações de bicicletas atrai interesse de Taiwan no Brasil


19 NOV, 2013     Guiné    



O Ministério da Economia de Taiwan está interessado no Brasil devido ao aumento da exportação de bicicletas do país. Isso ocorre porque as exportações de bicicletas para o país aumentaram mais de 25% em 2012.

Segundo a Associação de Exportadores de Bicicletas de Taiwan, o país exportou 24.774 bicicletas para o Brasil em 2012 – um aumento de 25,88% em relação a 2011. O valor total foi superior a US$12,5 milhões, ou seja, um aumento de 32,88% em relação ao ano anterior. O total de exportações de bicicletas de Taiwan em 2012 foi de 4,32 milhões de unidades, com um valor total de exportações de US$1,82 bilhão – um aumento de 8,68% em relação ao ano anterior.

Com uma população de quase 200 milhões de habitantes, o Brasil oferece oportunidades de negócios quase ilimitadas; investidores e comerciantes de todo o mundo estão atentos ao vibrante crescimento econômico do país. O crescimento do setor de bicicletas no Brasil atraiu a atenção de marcas e empresas taiwanesas; por isso, os fabricantes do Brasil e de Taiwan estão estreitando as relações de negócios. Os produtos “Made in Taiwan” de setores como o de bicicletas oferecem alto valor e características inovadoras, tornando-os a escolha ideal para o consumidor brasileiro.

Com sede no centro de Taiwan, a Giant é a maior empresa de bicicletas do mundo em termos de receita de vendas. Ela faturou cerca de US$1,8 bilhão em 2012 (número fornecido pela Giant).

Jeffrey Sheu, o porta-voz da Giant, falou sobre as vantagens da empresa no mercado mundial.

“Por um lado, houve um aumento no número de novos praticantes para o mercado de ciclismo; por outro, os ciclistas existentes estão substituindo a bicicleta comum pela esportiva e a esportiva pela profissional”, explica Sheu. “[A Giant concentra] os esforços no desenvolvimento de produtos inovadores para satisfazer as necessidades dos consumidores, fortalecer a cadeia de fornecimento e, assim, garantir a qualidade e a entrega, bem como expandir nossos parceiros varejistas”.

Sheu acrescenta que, embora os Estados Unidos e a União Européia sejam mercados maduros com crescimento estável, o principal crescimento futuro ocorrerá em mercados emergentes, como o Brasil.

Os produtores de bicicletas de Taiwan se dedicam ao desenvolvimento de novos materiais e tecnologias de fabricação, buscando produtos de alta tecnologia e valor agregado, em vez de alto volume. O setor de bicicletas da ilha vem demonstrando inovação de forma consistente desde sua primeira incursão em mercados estrangeiros. Além das bicicletas road convencionais, Taiwan lançou uma variedade de novos designs, incluindo bicicletas off-road, bicicletas de passeio e até bicicletas dobráveis. Com o crescente número de ciclistas no mundo todo e com o aumento da ênfase na conscientização ambiental, os produtores locais estão focando nos “4Ns”, ou seja, “novos materiais”, “novas funções”, “novos destinos” e “novo sabor”. As bicicletas de Taiwan não são criadas pensando apenas na moda e no conforto, mas também na relação preço-desempenho, na segurança e no peso leve.


Comentários



Relacionados