home

Atropelador de ciclistas se interna em clínica psiquiátrica

Ciclistas realizam novo protesto em Porto Alegre


2 MAR, 2011     Guiné    



Depois de se apresentar à polícia na segunda-feira (28), Ricardo José Neis foi nesta terça-feira (1), em uma clínica psiquiátrica, e liberado em seguida.

Após o impasse, no início da manhã desta quarta-feira (2), sobre a prisão de Neis, ficou cordado que ele permanecerá internado no hospital Parque Belém, na zona sul de Porto Alegre, para acompanhamento psiquiátrico. Segundo novo laudo médico, o bancário deve permanecer sob observação, já que está abalado psicologicamente, podendo, inclusive, tentar suicídio.

“O médico entregou um laudo no qual avalia que o Neis deve ficar internado sob acompanhamento de profissionais da saúde. Ele pode vir a cometer um ato de suicídio. Dessa maneira, a polícia está solicitando à Justiça a remoção do acusado ao Instituto Psiquiátrico Forense”, informou o coordenador de imprensa da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, delegado Rodrigo Garcia. O nome do médico que assina o laudo ainda não foi divulgado.

Por volta das 6h30 de hoje, nove agentes da Polícia Civil foram ao hospital para cumprir o mandato de prisão deferido pela Justiça no final da noite de ontem. Lá, encontraram Neis sob efeito de medicamentos. O bancário estaria sem dormir há três dias.

Neis alegou estar “muito abalado”, segundo seus advogados. Contatado pela reportagem, o advogado Luis Fernando Albino, da equipe de defesa de Neis, afirmou no início da manhã: “Estão tentando tirar ele à força [do hospital]”, referindo-se aos policiais.

No fim da noite de terça-feira (1º), a juíza Rosane Michels, do 2º Juizado da 1ª vara do júri de Porto Alegre, decretou a prisão preventiva do motorista. A juíza acolheu o pedido feito pelo delegado Gilberto Montenegro, que investiga o caso.

Requerimento similar, formulado pelo Ministério Público, foi negado pela juíza. O teor da decisão não foi divulgado.

imagem

Protesto

Centenas de ciclistas realizaram na noite de ontem (1º) uma manifestação pelas ruas centrais de Porto Alegre em protesto pelo atropelamento. Inconformado com a interrupção do trânsito pelo grupo de ciclistas, Neis investiu com seu carro contra eles na sexta-feira. Oito pessoas ficaram feridas.

O ato partiu do largo Zumbi dos Palmares depois de uma hora de concentração. Segundo os organizadores, mais de mil ciclistas se inscreveram para participar do protesto.

Os ciclistas pediram a prisão de Neis, que será indiciado pela polícia por tentativa de homicídio duplamente qualificado. A manifestação também tem como lema um “comportamento mais humano no trânsito”. O protesto foi realizado em silêncio.

* Crédito da foto - Bernardes / Uol


Fotos (7)

foto 0 -  foto 1 -  foto 2 -  Mais Fotos

Comentários



Relacionados