home

Armstrong afirma que investimento no Uber salvou sua família da falência

Depois de perder 111 milhões de dólares, ele afirma que investimento feito na Uber há alguns anos garantiu retorno milionário


7 DEZ, 2018     Gustavo Figueiredo    
     


Em uma recente entrevista para a CNBC, o ex-ciclista Lance Armstrong afirmou que, depois de acertar uma conta de 5 milhões de dólares com o Governo norte-americano, a salvação de sua família foi um investimento feito há alguns anos na Uber - empresa que estava em fase inicial na época.

Foto 70447
   Crédito: wikipedia / commons

Apesar de ter fechado um acordo de "apenas" 5 milhões, o número total exigido pelo Governo poderia ultrapassar os 100 milhões de dólares. Além disso, ele explicou que o acerto com a justiça não teria sido o primeiro.

"Não acho que sai ileso. Esse acordo foi provavelmente o décimo que fiz. Eram vários casos e as equipes, sem meu conhecimento, haviam feito seguro de todos as minhas vitórias e bônus. Eu sabia de uma seguradora, mas elas continuavam aparecendo para me processar e eu ficava pensando 'Quem é você?', explicou.

"Você vai ficar em choque, mas somando taxas legais, acordos e a perda de dinheiro entrando, a conta chega em 111 milhões de dólares. Então não acho que sai sai ileso", comentou.

Apesar das perdas pesadas, Armstrong afirma ter ganhado dezenas de milhares de dólares em um investimento de cem mil dólares feito na Uber há alguns anos. Embora não tenha sido preciso com o valor, ele confirmou que o retorno ficou entre 10 e 50 milhões de dólares.

"É bom demais para ser verdade. É muito, muito dinheiro e salvou minha família", disse.

Chris Sacca, investidor norte-americano do setor de empresas em desenvolvimento e amigo de Armstrong, teria pedido dinheiro para ex-ciclista para começar sua empresa, a Lower Case Capital, fundada em 2010. Esta empresa foi responsável por investimentos nas fases embrionárias do Twitter, Uber, Instagram, Twilio e Kickstarter.

"Pensei comigo 'ele tem uma grande personalidade, mas também é inteligente e muito conectado. Porque não? Então investi em Chris Sacca. Eu nem sabia de seu investimento no Uber. Achei que estaria comprando algumas participações no Twitter, mas o maior investimento da empresa foi no Uber", finalizou.


Comentários



Relacionados