home

Aliança Bike se manifesta contra o aumento de imposto

Entidade com 45 associados é contra medida do governo


19 SET, 2011     Guiné    



Em entrevista publicada no portal da Globo G1, Eduardo Musa, presidente da Caloi e vice-presidente da Abraciclo, afirmou que a empresa procurou o governo sugerindo aumento de impostos para bicicletas importadas. Depois disso, há algumas semanas atrás, foi publicada uma nota oficial sobre tal aumento de impostos. A Aliança Bike, associação de fabricantes, importadores, distribuidores e lojistas agora publica uma nota oficial se manifestando contra tal medida. Confira abaixo.

Nota Oficial da Aliança Bike perante o aumento dos impostos de importação

A Aliança Bike vem através desta nota manifestar-se contra os aumentos nos impostos de importação de bicicletas e de pneus para bicicletas anunciados pelo governo e publicados hoje no Diário Oficial da União. A entidade, que congrega 45 associados fabricantes, importadores, distribuidores e lojistas - que produzem anualmente um faturamento de R$530 milhões, recolhendo consequentemente R$238 milhões em impostos e gerando 910 empregos diretos - defende ações que promovam o desenvolvimento e o crescimento do setor, beneficiando consumidores, empresas e a sociedade.

Estivemos reunidos com o governo ao longo do processo de análise destas medidas e manifestamos nossa contrariedade. Lamentamos as medidas adotadas e sentimos pelos impactos negativos que tais medidas causarão, impulsionando a inflação, incentivando o descaminho e a evasão de divisas praticado por consumidores que se deparam com um grande diferencial entre o preço praticado no Brasil e o preço praticado nas lojas de outros países, buscando tais produtos no exterior. O rombo nos cofres públicos pode chegar a R$33 milhões anuais em impostos que os consumidores deixarão de recolher. As lojas especializadas, geridas por pequenos empresários, são as empresas que melhor promovem o hábito saudável de se pedalar e a prática deste esporte olímpico. Estas lojas empregam 2.700 pessoas e serão as que mais fortemente sofrerão o impacto desta medida.

A Aliança Bike continuará seu trabalho buscando sensibilizar o governo a rever o aumento nos impostos. As empresas que querem apoiar a causa podem se informar através deste site.

São Paulo, 15 de Setembro de 2011"

Link da Aliança Bike


Comentários



Relacionados