Após o prólogo de 13km na cidade de Mucugê-BA, os ciclistas de 18 países e 14 Estados Brasileiros da BRASIL RIDE realmente sentiram na “pele” o sabor de participar de uma verdadeira ULTRAmaratona de Mountain Bike, que segue até o próximo sábado (29) na Chapada Diamantina. O segundo dia da competição começou cedo com o despertar às 4 da manhã e largada às 6 para a etapa de 145 quilômetros entre as bases: Mucugê e Rio de Contas, considerada um dos percursos mais longos e desafiadores do mundo em provas neste formato por etapas.

Sem dúvida, foi o dia mais desafiante para vida de muitos ciclistas, já que o sol compareceu com toda força tornando-se o principal desafio da etapa, devido a sensação térmica acima dos 40 graus Celsius.

E mesmo contra todas as adversidades e obstáculos naturais, os ciclistas imprimiram um ritmo alucinante desde o início do trajeto que tinha um relevo praticamente plano. A partir da metade do caminho, as características mudaram com duas grandes subidas e um trecho em single track (trilha em mata fechada) batizado de "Vietnã", enfim, um verdadeiro campo de batalha contra os próprios limites.

imagem

Na ponta do pelotão, após a quebra do grupo nas partes mais técnicas e subidas, a guerra ficou entre as equipes de Kristian Hynek e Robert Novatny (Future Cycling-Sweep) e Luis Leão Pinto e Alejandro Lopez Dias de la Penha (Team Spano-Luso) que na parte final vieram revezando-se na liderança para abrir tempo dos demais. A estratégia deu certo e na última subida de 10 Km, o campeão espanhol de maratona, Alejandro atacou, seu parceiro o seguiu e os adversários não conseguiram reagir. Com isso, os campeões ibéricos sagraram-se os grandes campeões da etapa mais dura da Brasil Ride e ainda bateram o recorde da etapa, com pouco mais de 6 horas e 30 minutos de prova!

"Ontem foi apenas um aquecimento e hoje sim foi para valer. Nós demonstramos que não viemos para brincar," alerta Luís Leão Pinto. "Sabíamos que os adversários mais fortes seriam eles, nos conhecemos de outras provas e vamos lutar até o fim," comenta Kristian Hynek, detentor do título de 2010.

Logo na sequência chegaram os brasileiros, Josemberg Pinho e Raphael Mendes (JC Bikes) demonstrando todo potencial do país diante dos melhores atletas do mundo. E não demorou para os atletas experientes da categoria máster cruzarem o pórtico de chegada. Novamente, os suíços Barti Bucher e Hansjuerg Gerber confirmaram novamente o favoritismo, seguido pelos brasileiros, Abraão Azevedo e Paulo Freitas (RC Bikes Master).

A grande baixa do dia foi o casal Brian e Jennifer Smith que abandonaram a prova no ponto de apoio 2 em Piatã, depois que Brian sentiu-se mal e ficou sem forças para prosseguir. Melhor para a dupla formada por Ivonne Kraft e Mateus Ferraz (Brasil Soul/ RC Bikes), que venceu a etapa e deu um grande passo rumo ao título. No feminino, Adriana Nascimento e Sabrina Gobbo somaram nova vitória e maior vantagem de tempo sobre as adversárias.

A prova segue nesta terça-feira (25) com a etapa de cross country (XCO), que é a principal novidade na Brasil Ride 2011. O circuito fechado terá 5 voltas de 7Km cada ao redor da cidade de Rio de Contas, uma etapa que promete marcar mexer com a emoção do público e participantes.

Brasil Ride tem o patrocínio da RC Bikes, Shimano e TAP Portugal.

Confira os resultados:

Open

Brasil

Master

Feminino

Mista



Fotos (2)

foto 0 - foto 1 -

24 OUT, 2011      Guiné     


Compartilhe




Oferta de Produtos

Sapatilha Scott Comp

Sapatilha Scott Comp

R$ 399

Selim Selle Italia C2 Genuine Gel S1

Selim Selle Italia C...

R$ 319

Bicicleta Scott Scale 970 2014 29er

Bicicleta Scott Scal...

R$ 4999,9

Selim FiziK Arione CX Kium

Selim FiziK Arione C...

R$ 489

Bicicleta Scott Aspect 950 2014

Bicicleta Scott Aspe...

R$ 2999,99