A etapa de Campina Grande foi uma prova na qual confirmou uma tendência dos bikers nordestinos: BMX é base de tudo. Isso porque, mais uma vez, a pista onde foi realizada a 3° etapa da Copa Nordeste de DH, era uma pista um tanto quanto rápida, com saltos a lá BMX e muito pedal.

Uma pista muito técnica, porém não tão difícil, com destaque pra um obstáculo logo após um doublé imenso com recepção em curva: o rock garden; com pedras um tanto quanto “ignorantes”, e um lançamento antes, dando a possibilidade do piloto emendar o obstáculo. Uma tarefa bastante fácil para o nível dos pilotos, se não fosse pela curva muito fechada na qual encontrava-se o lançamento.

Enfim, existia uma rampa no meio de uma curva, que abria caminho sobre um rock garden “cabuloso”. Esse foi o obstáculo que determinou a corrida para muitos pilotos.

Essa etapa de Campina Grande saiu perfeita! Sem erros, sem acidentes; totalmente organizada, e quem não compareceu com certeza não tem idéia do que perdeu.

Nos treinos de sábado, muitas quedas e capotes incríveis nos obstáculos foram atrações para o público local. Os espectadores puderam ver os esforços de alguns pilotos em tentar realizar com sucesso, as transposições dos obstáculos. Isso mostra uma parcela muito boa de profissionalismo no DH do Nordeste.

Qualify

A ordem de descida estava sendo de acordo com a liderança do ranking, ou seja, os líderes do ranking desceram por último. No decorrer do qualify, o nível dos pilotos foram aumentando e o tempo sendo baixado cada vez mais!!! Ficou evidente mais uma vez que alguns pilotos que brigam entre si pelo título possui muito respeito e amizade. Pois eram discutidas técnicas de passagens sobre o “tal” rock garden. Uma espécie de trocas de habilidades.

No fim do qualify da Hard Tail, estavam entre os melhores tempos, dois pilotos que disputam o título acirradamente: o pernambucano Cléber José e o baiano Charan Ros; além de alguns destaques, como o vencedor da etapa anterior Janison Júnior, da cidade de Caruaru-PE.

Mas o dono do melhor tempo, foi o local Libânio Conserva , mostrando que o conhecimento da pista é um ponto considerável e fundamental. Com o 2° melhor tempo, Cléber, seguido de Charan. Com os principais pilotos que brigam pelo título estando entre os cinco mais rápidos, uma certeza se concretizou: a final seria eletrizante.

Já na categoria Full Suspension, o piloto Arthur Fernandes de João Pessoa, representando a Specialized, mostrou pra que veio logo de início. Como não tinha participado das outras etapas foi um dos primeiros a descer e deixou todos de orelhas em pé. Dando seqüência, Netinho de Caruaru mostrando que peso não é defeito – ele que é o piloto de maior porte físico da Elite –, mostrou que tem potência e se juntou a turma dos mais rápidos.

O piloto da casa e um dos construtores da pista, Hugo Leonardo, fez uma descida impecável. O líder da competição, o sergipano Naninho, mostrou que não daria a liderança do campeonato de mão beijada pra ninguém. E para completar a descida, o Campeão do Nordeste 2005, Renato Figueiredo, mostrando que estava na briga também. Esses foram os 5 melhores no qualify.

FINAL

Na final, alguns pilotos melhoraram seus tempos, outros cometeram erros perdendo a chance da vitória. Entre os pilotos que melhoraram seus tempos, estavam Cléber e Janison, já o líder do ranking Charan Ros, com problemas mecânicos, garantiu o humilde 4° lugar, porém não menos importante, uma vez que pontuar é indispensável na no final do campeonato.

O piloto de Caruaru Janison Júnior ficou com o 3° melhor tempo, e o piloto Cléber José conquistou a importante 2° colocação, encostando ainda mais na pontuação ranking. O grande vencedor da prova foi o local Libânio Conserva, com um estilo de pedalar bem “redondo”!

Com um carisma inigualável, o “carcará da serra” levou a galera à loucura no momento em que subiu no topo do pódio! Com isso, o campeonato ficou ainda mais acirrado, mas com um grande diferencial das etapas anteriores pra etapa final: a pista onde será disputada a final da Copa Nordeste é uma pista típica de DH, onde equipamento e muito “sangue nos olhos” é necessário... passando os pilotos por mais essa provação de coragem e destreza, além de muito amor ao esporte.

A final da Full Suspension nem precisa falar foi “pau de dá em doido”. Arthur Fernandes que não tinha participado de nenhuma etapa anterior ganhou a etapa e se consagrou Bi-Campeão Paraibano de Downhill (foi realizada também a etapa do paraibano de DH). Hugo fez o segundo melhor tempo e recuperou a liderança do Campeonato, Ivo Barreto (Netinho) fez o terceiro tempo, seguido por Naninho e Renato Figueiredo.

Com esse resultado, os três pilotos que podem ser campeões na última etapa da categoria Full são: Hugo Leonardo, Naninho e Renato Figueiredo. E da categoria Hard: Charan Ros, Cléber José, André dos Santos e Libânio Conserva.

Considerações finais

O DH Nordestino irá consagrar-se com um nível bastante elevado, considerando as adversidades geográficas e econômicas da região. Isso tudo, claro, com o apoio e organização de algumas pessoas importantes e vitais pra ascensão do esporte na região mais árida e pobre do país, porém, não menos digna de radicalidade!

Resultados:
Full Suspension
1º Arthur Fernando (PB) Planet Túlio-Specialized / 01:07.85
2º Hugo Leonardo (PB) GRT-Aluízio Bike / 01:09.37
3º Ivo Barreto (PE) GRT-Copymaq / 01:10.66
4º José Juciano (SE) Corrolô Bike-CMTBSE / 01:11.82
5º Renato Figueiredo (PB) GRT-DaBomb-Giro-Marzocchi / 01:13.12
6º Alex dos Santos (SE) Corrolô Bike-CMTBSE / 01:15.96
7º Ubiratan Bira (PE) GRT-CDCompanhia / 01:16.75
8º Diego Moraes (PE) 01:39.28

Hard Tail
1º Libânio Conserva (PB) GRT / 01:10.56
2º Cléber José (PE) Pref. Salgueiro-Clínica da Bike / 01:13.84
3º Janison Júnior (PE) CasaVilaMania-LTGBicicletas / 01:13.85
4º Charan Ros (BA) GRT-DaBomb-Vzan / 01:14.63
5º Francisco de Assis (PE) BikedeImpacto / 01:16.72
6º Daniel Bruno (PB) Farmácia Genessis / 01:18.40
7º Leonardo Fabre (AL) Extreme Bike / 01:19.35
8º André dos Santos (SE) CMTBSE / 01:46.94

A Copa do Nordeste tem como membros da comissão organizadora:
AL – Leonardo Fabre;
BA – Guiné;
PB – Renato e Hugo;
PE – Netinho;
SE – Mesquita e Robson.

::Os patrocínios oficiais da Copa Nordeste de Downhill 2006 são::

Da Bomb Bike – Premiação final do campeonato e todas as etapas;
Marzocchi Suspensões – Premiação final do campeonato;
Bell Helmets – Premiação final do campeonato;
VZAN – Premiação final do campeonato;
Guiné Racing Team – Premiação final do campeonato e todas as etapas;
PEDAL.com.br – Mídia oficial do evento.


Fotos (58)

foto 0 - Ivo Barreto foto 1 - foto 2 - foto 3 - foto 4 - Charan e Renato
foto 0 - Birafoto 1 - Ivo Barreto foto 2 - Cléber Joséfoto 3 - Messiasfoto 4 - Alex dos Santos
foto 0 - Birafoto 1 - José Juciano foto 2 - Cléber Joséfoto 3 - Hugo Leonardofoto 4 - Giulliano
foto 0 - Humberto de Françafoto 1 - Charan Rosfoto 2 - Ivo Barreto foto 3 - Ivo Barreto foto 4 - Bira, Hugo, Giu e Beto
foto 0 - Ivo Barreto foto 1 - Franciscofoto 2 - Cléber Joséfoto 3 - Janison Júniorfoto 4 - Francisco
foto 0 - Cléber Joséfoto 1 - foto 2 - Charan e Renatofoto 3 - Leonardo Fabrefoto 4 -
foto 0 - Janison Júniorfoto 1 - Leonardo Fabrefoto 2 - Cléber Joséfoto 3 - Humberto de Françafoto 4 -
foto 0 - foto 1 - Giulliano foto 2 - foto 3 - Alex dos Santosfoto 4 - Guiné
foto 0 - foto 1 - Leonardo Fabrefoto 2 - Geisel Suelfoto 3 - André dos Santosfoto 4 - Charan Ros
foto 0 - Libânio Conservafoto 1 - Alex dos Santosfoto 2 - Ivo Barreto foto 3 - Hugo Leonardofoto 4 - Alex dos Santos
foto 0 - Leonardo Fabrefoto 1 - Franciscofoto 2 - Mesquitafoto 3 - Renato, Guiné e Hugofoto 4 -
foto 0 - foto 1 - foto 2 - Alex dos Santos

30 NOV, 2006      Guiné     


Compartilhe




Oferta de Produtos

Bicicleta Santa Cruz Bronson Alumínio Aro 27,5

Bicicleta Santa Cruz...

R$ 15999

Bicicleta Santa Cruz 5010 Alumínio Aro 27,5

Bicicleta Santa Cruz...

R$ 15999

Bicicleta Santa Cruz High Ball Alumínio - Aro 29

Bicicleta Santa Cruz...

R$ 8999

Bicicleta Scott Scale 970 2014 29er

Bicicleta Scott Scal...

R$ 4999,9

Bicicleta Scott Aspect 950 2014

Bicicleta Scott Aspe...

R$ 2999,99